Na cidade

Em quase 80% dos concelhos portugueses não houve casamentos em abril

Neste mês, a queda deste setor em Portugal foi de 94 por cento.

Havia centenas de casamentos marcados para o primeiro semestre do ano em Portugal, contudo, devido à pandemia de Covid-19, quase nenhum aconteceu. Segundo a notícia avançada esta sexta-feira, 15 de maio, pelo “Jornal de Notícias“, em 246 concelhos portugueses (quase 80 por cento do total) não houve matrimónios em abril. 

De acordo com a mesma publicação, as uniões caíram 94 por cento em relação ao mesmo mês do ano passado. “Se em abril de 2019 houve 1943 casamentos, no mês passado o número caiu para 112”, pode ler-se. 

Os dados vão ainda mais longe: em Lisboa só houve um único casamento (ao contrário dos 217 de há 12 meses). “Mesmo nos distritos onde mais se casa — Lisboa, Porto, Setúbal, Braga e Aveiro — foram poucos os que quiseram, sem festa, oficializar a relação”, diz a notícia.

Recorde-se que, tal como a NiT noticiou, alguns profissionais de relevo na indústria dos eventos sociais uniram-se recentemente para alertar o governo sobre a importância do setor para a economia, reunindo num manual várias medidas especiais de boas práticas para a retoma dos casamentos e outras atividades semelhantes.

O objetivo pretendeu sensibilizar o governo para a importância que a retoma desta indústria terá para o País. Neste momento, os responsáveis pelo movimento estão à espera de uma resposta por parte do executivo socialista.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT