Na cidade

Há mais uma Loja do Cidadão no centro de Lisboa — e fica num mercado

Com 2400 metros quadrados, o novo espaço tem novidades como a distribuição de senhas antecipadas.
Foto de Ana Luísa Alvim, CML.

Lisboa volta a ter três Lojas do Cidadão a partir desta segunda-feira, 2 de setembro — e a terceira fica num mercado municipal. No primeiro andar do Mercado 31 de Janeiro é agora inaugurado um novo espaço onde pode tratar de dezenas de serviços, burocracias e documentos, com a abertura da nova Loja do Saldanha.

Depois do encerramento da Loja dos Restauradores, em 2013, a nova unidade junta-se à das Laranjeiras e de Marvila, na oferta da capital. Cerca de vinte anos após a inauguração da primeira Loja de Cidadão em Portugal, o novo espaço pretende assumir uma “nova centralidade na cidade de Lisboa”, frisa a Câmara Municipal em comunicado.

Como novidades, o espaço tem a distribuição de senhas antecipadas, cerca de 15 minutos antes da abertura da Loja, bem como a existência de uma equipa de mediadores da Câmara Municipal de Lisboa que ajuda os cidadãos no encaminhamento para as entidades ou serviços que pretendem.

Estima-se que a Loja venha a atender, anualmente, mais de 700 mil cidadãos.

Publicado por Câmara Municipal de Lisboa em Segunda-feira, 2 de setembro de 2019

Com uma área total de cerca de 2400 metros quadrados, a ideia é que o espaço leve também pessoas ao mercado 31 de janeiro, que se situa no piso inferior desta Loja.

Segundo a autarquia, a empreitada de adaptação do edifício teve como responsáveis a Agência para a Modernização Administrativa e o Município de Lisboa, sendo que esta teve início em novembro de 2018. Com um investimento na ordem dos 2,2 milhões de euros, a Loja de Cidadão do Saldanha terá cerca de 154 funcionários e várias dezenas de serviços, não só da administração central, como também local. 

A infraestrutura tem serviços da Autoridade Tributária (Finanças), Instituto da Segurança Social, Instituto de Registos e Notariado (IRN), Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT), Espaço Cidadão, Iniciativa Lisboa, Gebalis, Carris e EMEL, reunindo serviços de diferentes entidades do Estado, como o pedido ou renovação do cartão de cidadão e do passaporte, a revalidação/alteração da carta de condução, a obtenção de registo criminal, a entrega de documentos de despesas para a ADSE, a requisição do cartão Lisboa VIVA, entre outros.

Na terça feira, dia 3 de setembro, a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva, e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, visitarão o espaço.

Com esta abertura, ficam a existir, atualmente, 56 Lojas de Cidadão no País, das quais três foram abertas em 2019.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT