Na cidade

Há 33 casos ativos de Covid-19 entre os funcionários da Câmara Municipal de Lisboa

O aumento das infeções deve-se a um foco no posto de limpeza de Telheiras. Além destes casos, já há 20 pessoas que recuperaram da doença.
Já recuperaram 20 pessoas.

Esta quinta-feira, 2 de julho, João Paulo Saraiva, vice-presidente da autarquia de Lisboa, avançou que existem atualmente 33 casos “ativos” de infeção por Covid-19 entre os trabalhadores da Câmara Municipal de Lisboa.

Em reunião pública do executivo municipal, o vereador explicou que o aumento dos números se deve a um foco no posto de limpeza de Telheiras mas não adiantou, contudo, o número de trabalhadores daquele local específico que estão infetados. Isto significa que os 33 casos dizem respeito ao universo total de trabalhadores da câmara e das empresas municipais, que inclui cerca de 12 mil pessoas.

“O município de Lisboa tinha até há uma semana números bastante abaixo dos números nacionais, mas houve um foco que foi já tratado, avaliado, estudado e está a ser seguido”, afirmou João Paulo Saraiva, citado pela “TSF”.

De acordo com o vice-presidente da autarquia, está em causa “um grupo de pessoas” que não terá seguido as regras estabelecidas, situação que não foi “devidamente gerida pelos dirigentes” e que “está a ser avaliada e acompanhada”.

Apesar de não se saber quantos trabalhadores da autarquia já foram testados, João Paulo Saraiva sublinha que o município faz um “acompanhamento trabalhador a trabalhador (…) até que passe a recuperado”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT