Na cidade

Douro vai ter uma nova rota para ciclistas com 275 quilómetros

Pensada para a prática de BTT e para cicloturistas, vai de Miranda do Douro a Foz Côa com direito a paisagens únicas.
Comece a treinar.

Não é um percurso para ciclistas principiantes, embora seguramente valha o esforço, nem que seja apenas pelas paisagens singulares do Douro. É ali que irá nascer uma nova rota ciclável, idealmente em BTT, com 275 quilómetros.

Vai chamar-se Grande Travessia do Douro Internacional e Vinhateiro e o seu percurso cruza três rios (Douro, Sabor e Tua) e sete concelhos: Miranda do Douro, Mogadouro, Freixo de Espada à Cinta, Torre de Moncorvo, Carrazeda de Ansiães, Figueira de Castelo Rodrigo e Vila Nova de Foz Côa.

“Será um equipamento para prática de BTT a nível nacional e internacional, que oferece aos praticantes um contacto privilegiado com um vasto território, nas melhores condições técnicas e logísticas para a prática do cicloturismo”, explica à “Lusa”, citada pelo “Público”, Nuno Trigo, secretário geral da Associação de Municípios do Douro Superior (AMDS), a responsável pelo projeto.

O investimento de cerca de 428 mil euros contempla também a instalação de centros onde os ciclistas poderão descansar, tomar um banho e cuidar das suas máquinas de duas rodas. Serão 20 espalhados por todo o percurso que estará dividido em seis etapas, uma em cada concelho.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT