Na cidade

Chineses investem 300 milhões na construção de centenas de apartamentos em Monsanto

Complexo irá nascer na antiga Pedreira do Alvito, junto do parque florestal em Lisboa.
Serão cerca de 550 apartamentos.
no_image

O grupo imobiliário chinês EMGI vai investir cerca de 300 milhões de euros na compra dos terrenos da antiga Pedreira do Alvito, junto do parque florestal de Monsanto, em Lisboa, e que pertenciam ao BCP. A área de construção será de 120 mil metros quadrados.

Serão construídos cerca de 550 apartamentos, escritórios e espaços de retalho, segundo uma nota de imprensa divulgada na terça-feira, 27 de agosto, e citada pelo “Diário de Notícias”.

25 por cento destes apartamentos serão destinados ao programa de renda acessível. O projeto imobiliário contempla 87 mil metros quadrados de habitação, 22 mil metros quadrados de escritórios e 11 mil metros quadrados de retalho, complementados por 900 lugares de estacionamento.

Haverá ainda uma escola, um lar, espaços verdes e novos acessos ao Bairro de Alcântara.

Desde que a Pedreira do Alvito foi encerrada, que os terrenos se têm degradado regularmente e ocupados de forma ilegal. 

O EMGI tem apostado sobretudo em projetos de reabilitação residencial em Lisboa. Dos seus seis projetos contam-se, por exemplo, o condomínio de luxo República 55, o República 37, Palmela 21, Square 53 e Rodrigo da Fonseca 40.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT