Na cidade

Carris já reforçou combustíveis: autocarros não vão faltar

Pelo menos essa é a previsão da transportadora lisboeta que, por causa da greve dos condutores, tomou medidas preventivas.
Há sempre os transportes.

Se mora em Lisboa, não conseguiu ainda abastecer o seu carro e está na dúvida de como se vai mover na capital nos próximos dias, tem sempre uma opção: ir para o trabalho, ou para onde precisa de se deslocar, de autocarro.

Com o pré-aviso de greve dos sindicatos dos motoristas de matérias perigosas a provocar uma verdadeira corrida aos combustíveis, a Carris decidiu prevenir-se e reforçar o abastecimento, e não conta ter quaisquer perturbações na próxima semana — a greve começa a 12 de agosto, segunda-feira.

Segundo uma resposta enviada à agência Lusa, citada pela “SIC“, a empresa municipal explicou esta sexta-feira, 9 de agosto, que “antecipando possíveis roturas de ‘stock’ nas suas instalações, e em articulação contínua com os seus fornecedores de combustíveis”, assegurou “durante a última semana a maximização do abastecimento da sua capacidade de armazenamento interna”.

Além disso, adianta, com o Governo a decretar serviços mínimos 75 por cento para o abastecimento de empresas que prestam serviço público de transportes de passageiros, a Carris não prevê problemas no normal funcionamento do serviço.

A greve foi convocada pelo Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas e pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias, que acusam a Antram de não querer cumprir o acordo assinado em maio, sobre a progressão salarial.

Para quem ainda quer abastecer nos próximos dias e não consegue, há já duas plataformas que lhe mostram as bombas onde ainda o pode fazer, como noticiou este sábado a NiT.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT