Na cidade

Avaliação das casas em Portugal subiu em maio para um novo recorde

Mesmo com a pandemia, os valores da avaliação bancária continuam a sua escalada ascendente.
Continuam a subir.

No passado mês de maio, e mesmo com uma pandemia mundial a acontecer, o valor médio de avaliação bancária em Portugal subiu três euros, para 1.114€ por metro quadrado (m2) face ao mês anterior, ultrapassando o recorde que tinha atingido em abril.

Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), citados pela Lusa, mostram que o valor de 1.111€ por metro quadrado registado em abril era o mais alto desde pelo menos janeiro de 2011, a primeira data da série estatística do instituto.

Dadas as “circunstâncias excecionais” decorrentes da pandemia de Covid-19, o número de avaliações bancárias consideradas ascendeu a cerca de 19 mil, menos 21% que no mesmo período do mês do ano anterior. A nível regional, a maior subida face ao mês anterior registou-se no Alentejo (3,1%), tendo a única descida acontecido na Região Autónoma da Madeira (-0,5%).

Já em comparação com o mesmo período do ano anterior, o valor mediano das avaliações cresceu 8,9%, destacando-se a Área Metropolitana de Lisboa (11,2%) com a taxa de variação homóloga mais elevada para o conjunto das avaliações e o Alentejo (2,5%) com a menor.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT