Na cidade

Autarcas espanhóis querem fechar postos de fronteira devido aos surtos em Portugal

Numa carta, os autarcas pedem encerramento urgente até se criarem medidas de controle. O surto de Reguengos será o motivo.
Autarcas pedem medidas.

Dois municípios espanhóis, da província de Badajoz, pediram o fecho urgente dos postos de fronteira com Portugal, até que haja um protocolo de saúde para controlar o coronavírus na passagem de cidadãos.

Segundo a “TVI24” a citar a Lusa, numa carta enviada à Delegação do Governo espanhol da Extremadura. os presidentes de câmara de Villanueva del Fresno e Valência del Mombuey pedem “que sejam iniciados com urgência os procedimentos de encerramento das fronteiras e postos fronteiriços que se encontram nas nossas áreas municipais, permitindo a passagem apenas aos trabalhadores transfronteiriços que, por motivos de força maior, o devam fazer diariamente”. Isto, até “que seja estabelecido um protocolo transfronteiriço para o controlo da Covid-19 nas áreas fronteiriças”.

Os autarcas pedem também que se crie um “protocolo sobre saúde pública transfronteiriça”, bem como “a adoção de quaisquer medidas necessárias” para o controlo e isolamento da pandemia. Apesar de não citarem, a causa do pedido dos dois vereadores é, diz a agência portuguesa, o surto de Covid-19 originado em Reguengos de Monsaraz.

Este tem atualmente o maior surto no Alentejo: na quinta-feira, 9 de julho, contava com 131 casos ativos, 16 mortos e 14 pessoas curadas, dos quais cinco funcionários do lar e nove pessoas da comunidade.

Os municípios de Badajoz dizem ainda que existe um vazio legal em relação às medidas a serem adotadas dos dois lados da fronteira, já que tanto Espanha como Portugal têm atualmente mecanismos diferentes para controlar a doença.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT