Na cidade

A terra do Pai Natal continua sem ter neve — e os turistas querem ser reembolsados

As agências de viagens estão a cancelar as várias excursões que tinham marcadas para a Lapónia. 

Será que o trenó do Pai Natal conseguirá deslizar?

Quando pensamos em Lapónia, há três ou quatro coisas que nos vêm imediatamente à mente: Natal, terra do Pai Natal e neve. Muita neve. E são precisamente estas três coisas que levam muitas pessoas a marcarem viagens para este destino de inverno. O problema é que este ano ainda não nevou. 

Habitualmente, 20 a 30 centímetros de neve cobrem as ruas da Lapónia no final do mês de novembro, sendo que a região fica desta cor durante cerca de 175 dias por ano, nota a CNN. Mas, devido às temperaturas pouco comuns no inverno que se têm sentido em Rovaniemi — apesar de ser a capital da Lapónia, é mais conhecida por ser a “Aldeia do Pai Natal” —, atualmente apenas se vêem pequenas porções de neve dispersas pelo território.

Por isso, há várias agências de viagens que estão a cancelar excursões, oferecendo reembolsos aos turistas ou datas alternativas. Mesmo as visitas à própria Vila Natal, onde é construído anualmente um hotel feito exclusivamente de neve, tiveram de ser cortadas dos planos dos viajantes. 

No entanto, ainda há esperança: o Instituto de Meteorologia Finlandês prevê que as temperaturas diminuam e caia realmente neve nos próximos dez dias.

Já a longo prazo o cenário é negro. De acordo com declarações do especialista Ville Siiskonen à Sky News, “dependendo dos cenários previstos, é esperado que no final do século haja muito menos neve e em muito menos sítios na Lapónia”.

As projeções sugerem que no norte da Finlândia o número de dias por ano cobertos de neve irá diminuir entre 20 a 30 por cento nos próximos 100 anos, enquanto que no sul deste país atingirá os 90 por cento.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT