Na cidade

A guerra começou: chegou o Instagram Reels, o novo rival do Tik Tok

A funcionalidade que permite criar vídeos criativos de 15 segundos já está disponível em Portugal.
Será o fim do Tik Tok?

A luta pela compra do Tik Tok está a ser disputada por grandes empresas, como a Microsoft, e não é caso para menos: tem milhões de utilizadores e foi uma das aplicações que mais cresceram durante a pandemia — tendência que se mantém mesmo após o desconfinamento. Porém, acaba de nascer um rival.

Chama-se Instagram Reels e está disponível em Portugal desde quarta-feira, 5 de agosto, para os sistemas Android e iOS. Pode encontrar esta funcionalidade no separador “pesquisa” do Instagram. Muito resumidamente, é uma forma de criar e descobrir vídeos curtos nesta rede social.

Através do ‘Reels’ é possível gravar e editar vídeos a partir de vários clipes em 15 segundos com áudio, efeitos e novas ferramentas criativas de edição”, pode ler-se em comunicado. A expetativa, garante a empresa, é que as pessoas se expressem livremente enquanto entretêm os amigos e seguidores, seja através de uma nova dança ou para espalhar a palavra sobre um assunto que considerem relevante.  

Os vídeos — ou Reels — podem ser partilhados com todos os seguidores através do feed. Quem tiver uma conta de Instagram pública, a possibilidade desses vídeos curtos estarem disponíveis numa nova comunidade dedicada ao Reels está integrada no separador ‘Pesquisa’. Lá, explicam os criadores, a audiência será muito maior. Nas contas privadas apenas os seguidores podem acompanhar os vídeos.

O que pode fazer no Instagram Reels?

Esta app, que está a ser descrita como a rival do Tik Tok, tem uma série de ferramentas de edição criativas, que poderá encontrar do lado esquerdo do ecrã. Uma delas é o áudio, na qual é possível pesquisar por várias músicas. Se preferir, pode gravar um áudio original.

Também há efeitos de inteligência artificial. “Selecione um dos vários efeitos disponíveis criados pelo Instagram e por criadores de todo o mundo. Um exemplo é o efeito ‘Green Screen’ que nos coloca em frente a um cenário que esteja na galeria de fotografias do telemóvel. Neste caso, se tiver uma fotografia de praia, pode gravar em casa um clip de verão com os amigos.”

Para facilitar a vida aos utilizadores, os criadores do Facebook disponibilizam um temporizador e contagem regressiva. Desta forma, terá tempo para se preparar antes de gravar o Reel.

Há mais duas funcionalidades: o alinhamento — é possível criar transições perfeitas entre vídeos, como trocar de roupa ou para adicionar um amigo — e a velocidade — pode acelerar ou desacelerar um vídeo ou uma parte de um vídeo, que pode ajudar sobretudo a acompanhar o ritmo e a realizar vídeos em câmara lenta.

“Independentemente de ter uma conta pública ou privada, pode partilhar os ‘Reels’ dentro de uma ‘História’, seja com amigos próximos ou através de uma mensagem privada. Se fizer isso, o ‘Reel’ comporta-se como uma ‘História’ comum, ou seja, não surge na ‘Pesquisa’, não aparece no feed nem no perfil e desaparece em 24 horas”, explicam os responsáveis.

Desta forma, não precisará de sair do Instagram para ter uma experiência idêntica àquela que o famoso Tik Tok proporciona. Agora, é esperar para ver se ambos sobrevivem no mundo da Internet.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT