Miúdos

A Malaposta está de volta com programas para os miúdos — incluindo a Monstrinha

O uso de máscara é obrigatório neste regresso do espaço cultural, com uma programação diversificada.
"Paper Kite", de Asia Kovanova, no Monstrinha.

Depois de meses a fazer cultura para entrar em nossas casas, a programação da Malaposta ao vivo volta em junho com uma exposição de pintura, cinco ciclos de cinema e ainda uma oficina. E chega com vários programas feitos a pensar nos miúdos, que também estão a desconfinar.

O uso de máscara é obrigatório neste regresso e há mais novidades no centro cultural: de acordo com as novas directrizes da DGS e Ministério da Cultura, a partir de 1 de junho de 2020, as salas de espetáculos e cinema passam a funcionar com lugares marcados, com todas as filas ocupadas e um lugar de intervalo entre os espectadores, excepto se forem coabitantes.

Devido aos constrangimentos e complexidade de gestão de lugares face a estas normas, a Malaposta explica que apesar de na planta, disponível na Bilheteira online (BOL), os lugares estarem lado a lado, aquando da recepção do público será feita, no espaço, a devida distribuição respeitando os lugares de intervalo impostos.

O destaque neste regresso vai para os ciclos de cinema, nomeadamente dois dedicados ao publico infantil. Este sábado, dia 6 de junho, o espaço recebe a extensão do “Monstrinha” e dias 20 e 27 recebe a extensão do Festival Play. 

O Monstrinha, este fim de semana

No sábado, passa pelo CC Malaposta um dos mais importantes festivais de cinema para a infância. Pelas 16h30 serão exibidas curtas de animação oriundas de países como Bulgária, Reino Unido, República Checa, França, Suiça, Hungria, Canadá, Irlanda, Alemanha, Rússia e, naturalmente, Portugal.

Em 2019, a Monstrinha chegou a mais de 27 mil crianças, jovens e famílias só na Grande Lisboa e a mais de 40 mil no resto do País e no mundo. Em 20 anos, meio milhão de crianças, jovens, professores, pedagogos e famílias viram filmes, fizeram oficinas, participaram em masterclasses em Portugal e em mais de 140 cidades nos cinco continentes, em sessões com a marca.

Nesta edição e no total, encontra um conjunto de 11 curtas pensadas sobretudo para crianças dos três aos cinco anos, por 3€, preço único. Os bilhetes podem ser comprados online. A programação mais detalhada está no site da Malaposta.

Festival Play

O Play é um festival de cinema totalmente dedicado aos mais novos, que acontece em fevereiro no cinema São Jorge e na Cinemateca Júnior, em Lisboa. Depois de seis edições de sucesso, alcançando os 11500 espectadores na última edição, continua a procurar mostrar a melhor seleção de filmes de todo o mundo, nos formatos de curta e longa-metragem, para que os mais novos tenham acesso ao cinema que se faz hoje e que é exibido um pouco por todos os Festivais de Cinema Infantil.

Na Malaposta e nesta extensão do evento, serão exibidas curtas com a assinatura de realizadores de países como República Checa, Rússia, Hungria, Estados Unidos, Canadá, Dinamarca, França, Letónia, Irão ou Coreia do Sul.

Tudo acontece de 20 a 27 de junho e os bilhetes podem ser comprados online, onde encontra também a programação detalhada. Os bilhetes custam 3€.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT