NiTfm live

Saúde

Caso confirmado: o vírus mortal da China já chegou aos EUA

Um dia depois de ser estabelecida a transmissão entre humanos, foi anunciado o contágio de um americano, que esteve na China.
O mundo está alerta.

Tinham passado pouco mais de 24 horas sobre a confirmação de que o novos vírus da China era, afinal transmissível entre humanos, quando chegou a notícia do primeiro caso nos Estados Unidos.

Esta terça-feira, 21 de janeiro, o as autoridades norte-americanas admitiram o contágio de um cidadão que tinha estado na China, na região mais afetada pelo novo e mortal vírus — há já seis mortos a registar.

Segundo o “JN” o coronavírus, que começou na província de Wuhan, já infetou mais 300 pessoas só na China havendo também casos em vários países asiáticos e agora nos EUA. Há especialistas que temem que os números reais sejam muito maiores.

O jornal adianta que o norte-americano infetado tem cerca de 30 anos e esteve na região onde tudo começou mas não visitou mercados — o vírus terá começado num mercado de peixe e de marisco de Wuhan, entretanto encerrado.

Com a confirmação de novos casos a crescer a cada hora e a transmissão entre humanos estabelecida, a  Organização Mundial da Saúde reúne esta quarta-feira, 22 de janeiro, para decidir se há motivos para decretar emergência de saúde pública mundial. Pode ler uma artigo da NiT sobre tudo o que já se sabe sobre o novo vírus da família da Síndrome Respiratória Aguda Grave — que, entre 2002 e 2003, fez 648 vítimas mortais na China.