NiTfm live

Saúde

Usa slides? Eles podem estar a fazer-lhe mal

Os chinelos que passaram da piscina para os looks de it girls como Gigi Hadid e Kendal Jenner estão a dar que falar (e não é por bons motivos).

É melhor pensar duas vezes antes de os calçar.

Ninguém dava por eles nos longos dias passados na piscina e ouve quem gozasse com Mark Zuckerberg, criador do Facebook, por andar sempre com eles calçados, com meias, claro. Foram precisas it girls como Gigi Hadid e Kendal Jenner, bem como Rihanna, para dar uma nova vida aos malfadados chinelos de piscina. Os slides tornaram-se opção para os melhores looks de streetstyle e até para um jantar com os amigos ou uma festa. No entanto, este calçado da moda esconde perigos inesperados.

De acordo com as revelações do cirurgião ortopédico García Garralón à revista espanhola “Glamour “, este tipo de calçado baixo e com solas de borracha pode ter efeitos negativos nos pés e até mesmo nos joelhos.

Os danos mais visíveis estão relacionados com os arranhões e as bolhas nos pés. No entanto, num caso mais grave, pode surgir uma entorse. Pior: pode alterar a forma de andar, devido ao facto de “franzirmos os dedos para manter os sapatos no lugar”.

O uso prolongado dos slides também podem afetar outras áreas do corpo como os quadris e as costas. Além disso, o facto de dar pouca estabilidade acaba por “aumentar o risco de quedas”.

“Um sapato muito plano como este carece de maior amortecimento contra o impacto no piso duro e isso pode provocar fascite plantar, uma inflamação na planta do pé”, acrescenta o especialista.

Para o cirurgião, a solução está em usar calçado apenas com um pouco de calcanhar, de 1,5 a dois centímetros, como os ténis. No fundo, “sapatos com melhor suporte e amortecimento”.