NiTfm live

Saúde

Urgência pediátrica de Torres Vedras está sem pediatras até sábado

O serviço vai estar a funcionar apenas com clínicos gerais.
Tem sido recorrente em várias unidades do País.

Têm sido cada vez mais as urgências pediátricas que se vêem obrigadas a encerrar temporariamente, como tem acontecido com o Hospital Garcia de Orta, em Almada. Desde as 21 horas de quinta-feira, 2 de janeiro, e até à mesma hora de sábado, dia 4, o serviço da unidade de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste (CHO), no distrito de Lisboa, também estará com limitações.

Estará a funcionar nesse período mas, em vez de ter uma escala com dois médicos de clínica geral e um pediatra, vão ser apenas os clínicos gerais.

“Tem a ver com a falta de pediatras na escala, porque a escala é feita à custa de prestadores de serviço, uma das quais, mais regular, está de férias este mês e estamos com dificuldades”, disse à agência Lusa, citada pelo site “TVI24”, Elsa Banza, administradora do CHO.

Revelou, ainda, que os doentes que precisem de pediatra serão transferidos para a urgência pediátrica de Caldas da Rainha, que fica no distrito de Leiria.

Elsa Banza admitiu que já houve constrangimentos no dia 31 de dezembro e deverão voltar a existir na próxima semana, pelo mesmo motivo.