NiTfm live

Saúde

Seixal encerra passeio ribeirinho e cria centro de acolhimento para infetados

A pandemia de Covid-19 também obrigou a autarquia a ativar o plano municipal de emergência.
O centro fica no Pavilhão Municipal da Torre da Marinha.

Às 23 horas desta terça-feira, 31 de março, a Câmara Municipal do Seixal ativou o Plano Municipal de Emergência para fazer frente à pandemia de Covid-19. A autarquia também encerrou o passeio ribeirinho entre a Amora e o Seixal, e criou um centro de acolhimento temporário para infetados no Pavilhão Municipal da Torre da Marinha.

O objetivo deste plano é “impor o cumprimento das restrições à circulação na via pública, a obrigatoriedade de isolamento e quarentena e o funcionamento dos serviços essenciais de apoio à população nas condições exigíveis para a mitigação de contágio”, pode ler-se no site oficial da câmara.

A instalação de centros de acolhimento temporário para doentes Covid-19 que venham a necessitar de alojamento temporário, ou outras estruturas, também está agora assegurada. Há dezenas de camas disponíveis, como é possível ver na imagem partilhada pela autarquia.

Segundo a mesma nota, a ativação deste plano também se deve à “elevada previsibilidade de casos de infeção em lares de idosos e outras instituições de apoio social”.

O presidente da da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, enviou um ofício ao governo a exigir a realização urgente de testes à Covid-19 aos bombeiros, utentes e profissionais de lares de idosos, bem como à Unidade de Cuidados Continuados Integrados do concelho, para que “sejam despistados quaisquer focos de contaminação numa população de elevado risco”.

De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, divulgado esta quarta-feira, 1 de abril, o concelho do Seixal regista 79 casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus.

A Covid-19 já infetou mais de 873 mil pessoas em todo o mundo e causou mais de 43 mil mortes. Confirmam-se, também, 184 mil recuperados.