Saúde

Regresso às aulas: alunos devem manter, pelo menos, um metro de distância

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, avançou que há um documento com várias orientações para o próximo ano letivo.
Haverá várias regras.

Na conferência de imprensa desta quarta-feira, 15 de julho, a diretora-geral da Saúde fez questão de destacar que se está a “preparar cuidadosamente o início do próximo ano letivo para que decorra, dentro do possível, com normalidade”.

Graça Freitas disse que há um documento com orientações, que resultam de um trabalho em conjunto do Ministério da Saúde e Ministério da Educação. Entre as normas, esclareceu, estão a existência de circuitos diferentes, a utilização de máscara, uma determinada disposição das carteiras nas salas e a higienização dos espaços.

Referindo que o que tem gerado mais confusão é o distanciamento social entre os alunos, a responsável explicou que “sempre que possível deve garantir-se um distanciamento físico entre os alunos e entre os alunos e docentes de pelo menos um metro, sem comprometer o normal funcionamento das atividades letivas”. Esta será uma das principais medidas para travar o contágio no ensino.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT