Saúde

Pó de talco da Johnson & Johnson deixa de ser vendido nos EUA e Canadá

A empresa está a enfrentar mais de 16 mil processos legais que acusam o produto de ser cancerígeno.
Há suspeitas de conter amianto.

A Johnson & Johnson vai deixar de vender o famoso pó de talco nos Estados Unidos e no Canadá. A notícia foi avançada na imprensa norte-americana esta quarta-feira, 20 de maio, e indica que a decisão vem no seguimento de uma série de processos legais em que a empresa se viu envolvida.

Ao longo dos últimos anos, milhares clientes acusaram o pó de talco da Johnson & Johnson de lhes provocar cancro. Os processos legais levaram a que a empresa se visse obrigada a pagar vários milhões de euros em compensações.

Apesar de continuar a afirmar que o pó de talco é seguro, a Johnson & Johnson disse que iria travar as vendas do produto nos próximos meses nos dois países, mas os retalhistas continuarão a vender o inventário que ainda têm disponível.

A empresa está a enfrentar mais de 16 mil processos que alegam que o produto contém amianto, um conhecido componente cancerígeno, o que tem levado a uma quebra na procura na América do Norte nos últimos anos. No entanto, a Johnson & Johnson afirma que vai continuar a defender em tribunal a sua segurança.

“A procura de pó de talco para bebés da Johnson na América do Norte diminuiu em grande parte devido à mudança de hábitos do consumidor, alimentada por informações erradas sobre a segurança do produto e pela constante enxurrada de informações sobre litígios”, afirmou a empresa em comunicado. O produto continua a ser vendido em Portugal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT