NiTfm live

Saúde

Pense duas vezes antes de comprar morangos

Segundo um estudo do Environmental Working Group, este fruto está cheio de pesticidas. Há mais surpresas na lista dos alimentos "mais sujos".

Cuidado, muito cuidado.

Já alguma vez pensou qual será o alimento que consome com maior quantidade de pesticidas? A verdade é que quando comemos frutas e legumes nem sempre temos em conta que podemos também estar a ingerir vários químicos prejudiciais escondidos em alimentos considerados saudáveis.

Todos os anos, desde 2004, o Environmental Working Group, uma organização norte-americana sem fins lucrativos, revela quais são os alimentos com uma maior ou menor presença de substâncias químicas e pesticidas à venda no mercado. 

À semelhança dos anos anteriores, a análise de 2018 foi feita pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos da América. Desta vez, foram exploradas mais de 38 mil amostras que resultaram no ranking final. Os eleitos como “alimentos mais sujos” foram os morangos, logo seguidos dos espinafres e das nectarinas. Porém, há outras surpresas na lista negra.

Segundo a organização, mesmo depois de lavar as frutas e legumes ficam sempre presentes resíduos de pesticidas utilizados na agricultura para combater as pragas. À partida os valores de “sujidade” que permanecem não são tóxicos para o ser humano, ou seja, são bem tolerados. Contudo, quem defende a agricultura biológica acredita que estes resíduos não são assim tão inofensivos, como vem descrito na investigação.

Esta organização norte-americana faz também a lista dos alimentos com menos resíduos de pesticidas, ou seja, os “alimentos mais limpos”. Neste ranking os eleitos são o milho doce (que tem uma presença de pesticidas abaixo de um por cento) e o abacaxi, logo seguidos pelo repolho.

Carregue na galeria para conhecer os 12 alimentos mais sujos com que deve ter cuidado.