Saúde

Os bebés podem comer sozinhos? Há uma teoria que diz que sim

O baby led weaning sugere que os bebés devem comer alimentos sólidos sozinhos a partir dos seis meses, em vez das típicas sopas e papas. A NiT falou com Gill Rapley, autora do conceito, para saber como chegou até ele.

Segundo a teoria do Baby Led Weaning os bebés sabem devem comer sozinhos.

Comer com o seu bebé —ao mesmo tempo, na mesma mesa e sem ter de lhe dar comida, mas partilhando-a — é o princípio no Baby-led Weaning (BLW). No fundo, este conceito defende que os bebés devem começar a comer alimentos sólidos inteiros a partir dos seis meses de idade. E não, não é com a ajuda dos pais: os alimentos são manipulados unicamente pela criança.

Normalmente, a introdução de alimentos com uma maior textura é feita de forma gradual. Isto é, começa-se com sopas e papas, segue-se a comida esmagada e só aos oito ou nove meses é que são introduzidos alimentos aos pedaços.

No entanto, este novo método pretende que os bebés criem a sua própria dieta, que haja menos imposição da quantidade de comida dada pelos pais, que os mais pequenos estimulem as capacidades motoras e até que a criança tome as refeições ao mesmo tempo que a família.

Giil Rapley, 60 anos, criadora do Baby-led Weaning, trabalhou como enfermeira e parteira durante 20 anos e passava muito tempo a dar apoio às famílias dos bebés e das crianças, principalmente na área de alimentação. “À medida que aprendi mais sobre como os bebés se alimentavam, fiquei cada vez mais interessada em como naturalmente iriam passar para alimentos sólidos”, conta à NiT.

Durante o desenvolvimento do conceito, Tracey Murkett de 53 anos, escritora e jornalista, juntou-se a Gill e criaram o livro “Os Bebés Sabem Comer Sozinhos” (16,80€), da editora Matéria-Prima. Em entrevista à NiT, Tracey revelou o porquê de apoiar esta ideia: “Adoro refeições em família, por isso queria realmente que minha filha tivesse uma atitude relaxada e saudável com a comida.”

No livro pode aprender como deve começar a dar alimentos sólidos aos bebés, quais deve oferecer-lhes primeiro, os que deve evitar, o método para eles não se engasgarem e ainda tem mais de 130 receitas para colocar este conceito em prática. As receitas, provavelmente, já conhece muitas delas, uma vez que a grande diferença no BLW está nos tempos de cozedura.

“Eu percebi que a comida não era o problema, mas sim a forma como eram alimentados.”

A NiT entrevistou as autoras para perceber melhor o que é o Baby-led Weaning, que acolhe cada vez mais adeptos.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo  

outros artigos de fit