Saúde

OMS alerta que “pandemia não está controlada” e que em muitos países “está a piorar”

Organização anunciou também a criação de um painel independente para avaliar a gestão que tem feito da crise.
Mais de 12 milhões de casos no mundo.

Tedros Ghebreyesus, líder da Organização Mundial de Saúde (OMS), voltou a alertar esta quinta-feira, 9 de julho, que “a pandemia não está controlada”. Na verdade, em muitos países a situação está mesmo “a piorar”.

As declarações surgiram na mesma altura em que a OMS anunciou a criação de um painel independente que irá avaliar a forma como a organização tem lidado com a pandemia de Covid-19. “A magnitude desta pandemia afetou virtualmente toda a gente no mundo e claramente merece uma avaliação honesta”, afirmou o responsável máximo da OMS, citado pela agência “Reuters”, numa reunião virtual com representantes dos 194 membros da organização.

Este comité, anunciou ainda a OMS, vai ser presidido pela ex-primeira-ministra da Nova Zelândia Helen Clark e pela antiga presidente da Libéria Ellen Sirleaf.

A OMS tem estado na linha da frente nos estudos e propostas de normas para conter a pandemia. Mas a sua ação tem sido também alvo de críticas de diferentes líderes políticos, em particular de Donald Trump, que culpa a ação da OMS no agravamento da situação e acusa a organização de ser dependente da China.

Os EUA, aliás, anunciaram esta semana que já deram início ao processo de saída da OMS, algo que deverá estar finalizado dentro de um ano. No entanto, as eleições nos EUA são a 3 de novembro deste ano e o provável candidato democrata e rival de Trump, Joe Biden, já fez saber que reverterá a decisão caso vença as eleições.

Em todo o mundo o Covid-19 já infetou mais de 12 milhões de pessoas e está associado diretamente a mais de 550 mil mortes. Os EUA são precisamente o país com maior número de casos, mais de três milhões, e também de vítimas mortais. estando já próximo da barreira das 135 mil mortes.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT