Saúde

OMS alerta para possibilidade de um segundo pico dentro desta vaga de Covid-19

A Organização Mundial da Saúde recorda que isso já aconteceu em outras pandemias.
É preciso cautela.

Um dia depois de uma das responsáveis da Organização Mundial da Saúde (OMS) dizer que é “cada vez mais improvável” uma segunda grande vaga da Covid-19, sabe-se que o diretor-executivo do programa de Emergências Sanitárias da organização, Mike Ryan, revelou algumas horas depois que é preciso “estar ciente de que a doença pode disparar a qualquer altura”.

“Não podemos supor [que os números de novas infecções] vão continuar a descer e que teremos alguns meses para nos preparar para uma segunda vaga” avançou, segundo a agência Lusa, citada pelo jornal “Público”.

E continuou: “Pode acontecer um segundo pico na actual, como aconteceu em outras pandemias, como da gripe pneumónica”, acrescenta o responsável

Na habitual conferência de imprensa de acompanhamento da doença, a principal responsável técnica no combate ao novo coronavírus, Maria Van Kerkhove, disse que os estudos de seroprevalência já feitos ainda são poucos. Apenas dois estão publicados e cerca de 20, em pré-publicação, mostram que “uma grande parte da população continua suscetível” ao vírus.

Os responsáveis da OMS não têm dúvidas de que, se encontrar uma oportunidade, o vírus provocará mais surtos. “Uma característica única deste coronavírus é a capacidade de se amplificar em certos ambientes fechados, com uma superpropagação, como temos visto em lares de idosos ou hospitais.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT