Saúde

OMS acusa indústria tabaqueira de gastar milhões para viciar crianças e jovens

A acusação foi feita esta sexta-feira, 29 de maio, através de uma conferência virtual.
O alerta está feito.

“Têm um orçamento gigantesco para ‘marketing’. Gastam em média um milhão de dólares por hora porque precisam de encontrar utilizadores para substituir os oito milhões que morrem prematuramente todos os anos”, disse um membro da Organização Mundial da Saúde (OMS) esta sexta-feira, 29 de maio, numa conferência de imprensa virtual.

As palavras são de Vinayak Prasad e refere-se ao tabaco. o coordenador da unidade Sem Tabaco da OMS acusa a indústria do tabaco de usar um milhão de dólares por hora a tentar vender os seus produtos e de querer viciar cada vez mais jovens em cigarros eletrónicos “como se fossem doces”, pode ler-se no site oficial da organização.

A pandemia provocada pela Covid-19, uma doença que ataca na maior parte dos casos o sistema respiratório, levou a indústria a adotar “táticas perversas”, como a distribuição de máscaras respiratórias com os seus logótipos e a patrocinar investigação de vacinas, denuncia o diretor do departamento de promoção da saúde da OMS, Ruediger Krech.

“A indústria vira-se para mercados sem nenhuma ou pouca regulação” para “viciar uma nova geração de jovens”, quando atualmente, já há “mais de 14 milhões de crianças entre os 13 e os 15 anos que usam produtos de tabaco”, acrescentou.

Fumar sufoca os pulmões e outros órgãos, privando-os do oxigénio necessário para se desenvolverem e funcionarem adequadamente. “Educar a juventude é vital porque quase nove em cada dez fumadores começam antes dos 18 anos. Queremos fornecer aos jovens o conhecimento para se manifestarem contra a manipulação da indústria do tabaco”, disse Ruediger Krech.

A OMS refere, ainda, Cem milhões de fumadores começaram antes dos 15 anos, que dá como exemplo os números da Suíça, em que 16,8 por cento dos jovens usam cigarros eletrónicos, enquanto nos adultos a percentagem é de 15 por cento.

Os países podem proteger as crianças da exploração da indústria, implementando leis rigorosas de controlo de tabaco, incluindo a regulamentação de produtos como cigarros eletrónicos que já começaram a atrair uma nova geração de jovens”, aconselha a Organização Mundial da Saúde.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT