NiTfm live

Saúde

Não é só em Lisboa, as maternidades do norte também estão em risco

A falta de médicos está a provocar um caos nas urgências de obstetrícia.
Más notícias.

A 20 de junho chegaram as primeiras notícias. Por falta de médicos, quatro urgências de obstetrícia da Grande Lisboa iriam funcionar com sistema de rotatividade durante o verão.

Este sábado, 22, o “JN” avança que também está instalado o caos nas maternidades do Porto. Segundo a publicação, “numa carta que vai ser enviada à ministra da Saúde, Marta Temido, e à Administração Regional de Saúde do Norte, 13 diretores do serviço avisam que, se continuarem impedidos de contratar novos profissionais, não será possível garantir as urgências nos meses de julho, agosto e setembro”.

Esta conclusão chegou depois de uma reunião na Ordem dos Médicos do Porto com vários diretores de obstetrícia da Região Norte. Os profissionais descrevem a situação como “caótica” e procuram melhorias urgentes.