saúde

Mais de metade dos casos de Covid-19 em todo o mundo foram registados em junho

A Organização Mundial de Saúde acredita que o vírus está a acelerar e revela que os últimos dados não são nada animadores.
Mais de 153 mil mortos só nos EUA.

O desconfinamento está a tornar-se regra em vários países de todo o mundo, mas segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), não só a Covid-19 não apresenta uma tendência de descida como está a acelerar. Mais de metade dos casos registados desde o início da pandemia é referente ao passado mês de junho, diz a OMS.

Na habitual conferência de imprensa da organização, realizada na tarde desta quarta-feira, 1 de julho, Tedros Adhanom Ghebreyesus adiantou que este número corresponde a 60 por cento de todos os casos no mundo. “A pandemia não está sequer perto de terminar”, alertou. 

Só na última semana de junho foram registadas 160 mil novas infeções num só dia em termos globais. Em todo o mundo contabilizam-se mais de 511 mil mortes e 10 milhões de casos. Tedros Adhanom Ghebreyesus mostrou-se ainda preocupado com a situação atual no Médio Oriente.

Nesta conferência de imprensa, a OMS desvalorizou as informações sobre uma estirpe do vírus da gripe suína descoberta na China. Os estudos diziam que se poderia tornar pandémica, mas a OMS acredita que não é caso para alarme.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT