Saúde

Infetados não aumentaram nos países europeus que levantaram as restrições

Foram os primeiros a apostar no desconfinamento. Até ao momento, os resultados são positivos.
A Dinamarca é um exemplo.

A República Checa, a Áustria, a Dinamarca e a Noruega foram dos primeiros países a aligeiras as medidas restritivas de combate à pandemia. Com o desconfinamento a ter início ainda em abril, os registos de infeções mantêm-se num sentido descendente, mesmo com estratégias distintas.

Qualquer um dos países registou o valor máximo de novos casos por dia em abril, mês em que partiram para a estratégia de desconfinamento. O primeiro país a fazê-lo foi a Rep. Checa, que desde 19 de abril não voltou a ultrapassar a barreira dos 100 novos casos por dia. Regista, atualmente, 8.223 casos e 284 mortes, com uma curva de casos ativos a decrescer desde 19 de abril.

De acordo com a “Lusa”, foi o primeiro país a autorizar todas as viagens ao estrangeiro, logo a 23 de abril. No final do mês, os checos puderam voltar livremente às ruas.

Também a Áustria tem registado números positivos, cujos números de novos casos por dia em acentuado descréscimo desde 10 de abril. Com 15.997 casos registados e 624 mortes, tem atualmente apenas 1.190 casos ativos. O país foi o primeiro a levantar as restrições, com o fim geral do confinamento a ser decretado a 1 de maio.

A 20 de abril, foi a vez da Noruega reabrir os primeiros espaços públicos. Com as primeira escolas abertas desde 27 de abril, o governo relata que não se notou qualquer impacto nos números, que se são os mais baixos desde o início da pandemia. Desde 15 de abril que o número de novos casos diários estabilizou, com um valor que hoje anda entre os 30 e os 50 infetados. No total, registam-se 8.158 infetados e 229 mortes.

Por fim, a Dinamarca, que garante que a doença está controlada e partiu logo a 15 de abril para a reabertura das creches e escolas primárias, até ao momento sem que isso tenha significado um registo negativo. Desde o início de abril que o país registou um novo número de casos diários estável, com uma descida acentuada dos casos ativos desde essa data. Há hoje apenas 1.484 infetados não recuperados, entre um total de 10.667 casos registados e 533 mortes.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT