Saúde

Há mais 374 casos de coronavírus e 11 mortes em Portugal

A Direção-Geral da Saúde deu a conhecer ao final do dia os dados mais recentes do Covid-19 em Portugal.
Primeiro caso confirmado cá foi a 2 de março.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) já divulgou o relatório desta sexta-feira, 3 de julho, com os dados referentes às últimas 24 horas no nosso País. Em relação ao dia de ontem, há agora mais 374 casos positivos, o que eleva o número total desde o início da pandemia para 43.156 casos. É um aumento de 0,87 por cento em relação ao boletim anterior. Há também mais 11 mortes a registar, o que eleva o total para 1.598.

Os dados mais recentes da DGS dão ainda conta de 879 pessoas que se encontram a aguardar o resultado das análises laboratoriais, além de 31.433 pessoas que se encontram em situação de vigilância. Por outro lado, há também 28.424 pessoas dadas como recuperadas. A nível hospitalar, encontram-se 495 pacientes internados, 72 em unidades de cuidados intensivos.

Quando olhamos para os números por divisão geográfica, Lisboa e Vale do Tejo continua a sobressair como a região mais afetada, uma tendência que se tem acentuado nas últimas semanas. Lisboa e Vale do Tejo tem 19.956 casos confirmados desde o início da pandemia. Já o norte do País tem agora 17.664 casos confirmados. O centro é a terceira região mais afetada, com um total de 4.137 casos, seguindo-se o Algarve (649 casos), Alentejo (507 casos), Açores (151 casos) e Madeira (92 casos), a única região sem nenhum registo de óbitos.

Os números desta sexta-feira só foram divulgados pela DGS perto das 20h e surgem com um asterisco relativamente aos números totais e aos da região de Lisboa. Explica a autoridade de saúde que “os dados referentes à ARSLVT têm como fonte os dados agregados dos respectivos ACES. Optou-se por esta fonte porque a não notificação laboratorial no SINAVE LAB por um parceiro privado em 3 dias da semana em curso originou cerca de 200 notificações cuja distribuição ainda carece de análise”, pode ler-se.

A nível global, o novo coronavírus continua a propagar-se. São já mais de 11 milhões de infetados e cerca de 525 mil mortes desde o início da pandemia.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT