Saúde

Governo começa testagem aos trabalhadores na região da Grande Lisboa

Neste momento, Lisboa e Vale do Tejo representam 85 por cento dos novos casos diários.
Há mais de 32 mil infetados em Portugal.

Numa altura em que o número de casos confirmados de coronavírus está a decrescer no País, a tendência é oposta na região de Lisboa e Vale do Tejo, o que obrigou o governo a tomar medidas especiais. Uma delas, revelou a ministra da Saúde, Marta Temido, este sábado, 30 de maio, é a testagem aos trabalhadores.

O Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social adianta agora em comunicado, citado pelo site “Sapo 24”, que o foco principal desta operação coordenada de testagem de trabalhadores incidirá “em zonas com mais casos identificados e, em particular, em empresas e locais de trabalho com casos diagnosticados ou com fatores de risco associados”.

Esta operação para a Grande Lisboa, que está a ser conduzida numa ação conjunta das autoridades de saúde, INEM, Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) e Instituto da Segurança Social (ISS), pretende prevenir e conter novos focos de contágio, que se têm verificado, por exemplo, na construção civil, em fábricas e trabalho temporário.

O aumento do número de casos confirmados da doença nesta região do País ditou datas diferentes na reabertura de alguns espaços, como é o caso dos centros comerciais, que, em princípio, só abrem na Grande Lisboa a partir de 4 de junho.

Até à data, Portugal soma mais de 32 mil infetados, 1390 mortos e 18 mil recuperados pelo novo coronavírus.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT