Saúde

EUA compram quase todo o stock do único medicamento que ajuda a combater a Covid-19

Centenas de cientistas e médicos dizem que estão alarmados com as atitudes unilaterais do país liderado por Donald Trump.

Os Estados Unidos compraram quase todas as unidades disponíveis mundialmente para os próximos três meses do único medicamento que ajuda a combater a Covid-19. Segundo o jornal britânico “The Guardian“, isto deixa a maior parte do mundo sem a possibilidade de garantir as doses necessárias do Remdesivir.

“Eles têm acesso à maior parte do stock de medicamentos, por isso não sobra nada para a Europa”, disse ao jornal Andrew Hill, investigador da Universidade de Liverpool. São vários os especialistas, cientistas, médicos e ativistas que têm revelado publicamente estar alarmados com as atitudes unilaterais dos Estados Unidos face à pandemia.

O Remdesivir foi o primeiro medicamento aprovado no país pelas autoridades de licenciamento para tratar a doença do novo coronavírus. É fabricado pela farmacêutica Gilead e as primeiras 140 mil doses já esgotaram — o governo dos Estados Unidos comprou ainda mais de 500 mil unidades, que representam toda a produção para julho e 90 por cento da que está prevista para agosto e setembro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT