NiTfm live

Saúde

Estudo revela que adormecer em frente à televisão faz engordar

Várias mulheres foram acompanhadas durante cinco anos e os resultados foram surpreendentes.
Fique longe dos ecrãs.

National Institute of Environmental Health Sciences — foi nesse local, na Carolina do Norte, Estados Unidos, que foi realizado um estudo que à primeira vista pode parecer pouco provável. Segundo um grupo de investigadores, as mulheres que estão constantemente expostas aos ecrãs durante a noite estão mais propícias a ganhar peso.

Os resultados, publicados no jornal britânico “Daily Mail” a 10 de junho, explicam que cerca de 44 mil mulheres, entre os 35 e os 74 anos, foram acompanhadas ao longo de cinco anos. Nenhuma delas tinha histórico de doenças graves e também não fazia horários noturnos no trabalho. Com estas características, a amostra foi exposta a luzes artificiais antes de adormecer. As suspeitas foram confirmadas: muitas das participantes ganharam até cinco quilos.

Uma das explicações reveladas no estudo é que a falta de sono provoca mais fome, devido às hormonas que são libertadas quando se está cansado. Além disso, menos tempo de sono implica estar mais tempo acordado e, consequentemente, ter mais tempo para comer.

Em entrevista à mesma publicação, o professor Malcom von Schantz, da Universidade de Surrey, em Inglaterra, comentou: “Sabemos que a luz artificial de noite atrasa os nossos relógios biológicos. Sabemos também, através de estudos experimentais em pessoas, que a luz à noite afeta o nosso metabolismo de forma a aumentar o risco de síndrome metabólico.”

Quer esse aumento de peso seja realmente uma consequência ou apenas uma coincidência, a verdade é que deve evitar o contacto com os “ecrãs azuis” antes de adormecer, sejam vindos de televisões, computadores ou telemóveis — a utilização destes equipamentos impede que tenha um horário de sono saudável.