NiTfm live

saúde

Estudo mostra que tomar um banho quente combate mesmo depressão e ansiedade

Tomar um duche é muito prático mas há benefícios nos banhos que, mesmo que já fossem conhecidos, são cada vez mais claros. E há horas melhores para o fazer.

Se calhar, melhor voltar a comprar banheiras.

Possivelmente, já nem tem uma banheira em casa. Com o espaço a ser cada vez mais um luxo, sobretudo nas grandes cidades, foram milhares as pessoas que trocaram banheiras por polibans, ganhando em espaço e em minutos poupados nos dias atarefados. Mas se ainda tem uma banheira, ou tem a hipótese de instalar uma, pense bem.

É que os benefícios dos banhos quentes, que muitos foram largando nas últimas décadas, voltaram a ser comprovados, num estudo agora publicado. Já se sabia, de senso comum e com base em estudos anteriores, que os banhos quentes relaxam, ajudam a descomprimir.

Mas o que o novo trabalho da revista New Scientist, publicado esta semana, concluiu é que tomar banhos regulares ao final da tarde está associado a um aumento moderado, mas persistente, do bom humor entre pessoas com depressão. Na realidade, o tamanho do efeito encontrado no estudo foi maior que o do exercício físico, o estímulo de humor mais estabelecido até agora.

Segundo o “The Guardian“, citando o estudo, a teoria é a de que, ao aumentar a temperatura corporal, os banhos mornos ajudam a fortalecer e sincronizar os ritmos circadianos, bem como as flutuações diárias de comportamento e toda a bioquímica.

O jornal explica que a nossa temperatura corporal aumenta durante o dia e cai à noite, e é essa redução que nos ajuda a adormecer, promovendo a libertação da melatonina.

Mas em pessoas deprimidas, esse ritmo não funciona tão bem, pelo que um banho morno, ao fim do dia, de cerca de meia hora, seguido de uma noite num quarto que não deverá estar acima dos 18º graus pode ajudar ao corpo sentir essa mudança, e relaxar.

O estudo é relativamente pequeno mas, dizem os especialistas, cria bases para mais análises: sobretudo quando anteriores pesquisas já tinham indicado que tomar um banho morno antes de dormir pode ajudar o sono, porque dilata os vasos sanguíneos, e inclusive ajudar à libertação de serotonina, um químico essencial para quem sofre de depressão e ansiedade. E outros investigadores até acreditam que os banhos quentes ajudam a queimar calorias, pelo que é um pleno.