Saúde

Covid-19 nos EUA continua a bater recordes: na sexta-feira houve quase 70 mil casos

Na sexta-feira, nove estados bateram o recorde diário de novos infetados.
EUA são o país mais afetado.

Os EUA são o país do mundo com mais infetados do novo coronavírus e também o que registou mais mortes. E a situação continua a agravar-se. A última sexta-feira, 10 de julho, marcou um novo dia de recordes. Segundo contas de um barómetro da agência “Reuters”, o país registou um novo recorde diário, de 69 mil novos casos positivos. O balanço da Universidade Johns Hopkins é um pouco mais conservador mas aponta para 65.305 casos.

Em qualquer das fontes, estamos perante um novo recorde diário, isto quando no dia anterior esse mesmo recorde diário já tinha sido batido. As autoridades de saúde norte-americanas confirmaram ainda mais 863 mortes.

Houve nove estados a contribuir para a subida dos números, batendo os respetivos recordes diários de infetados: Alasca, Georgia, Idaho, Iowa, Luisiana, Montana, Ohio, Utah e  Wisconsin. A estes há que juntar ainda a Flórida, que na última semana contou com uma média diária de novos casos superior a 10 mil.

Numa primeira fase foi Nova Iorque que mais sentiu o impacto da Covid-19. Mas nesta altura as preocupações estão com vários estados que implementaram menos medidas de confinamento ou que estão entre os primeiros que começaram a aligeirar medidas.

O “The Washington Post” escreve que, depois de vários meses a estabilizar e até a diminuir, a taxa de mortalidade por complicações do coronavírus voltou a subir no país. Com alguns estados já com unidades hospitalares sobrecarregadas, teme-se que o número de mortes volte a ter novo pico. Os EUA contam com mais de três milhões de infetados e perto de 135 mil óbitos confirmados desde o início da pandemia. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT