NiTfm live

Saúde

Covid-19: Medidas adotadas em Portugal foram das mais rápidas da Europa

O nosso País encontra-se ao lado da República Checa ou Áustria no topo da lista de casos de sucesso.
Boas notícias.

Portugal foi um dos países mais rápidos da União Europeia a tomar medidas para combater a Covid-19, segundo um artigo da agência “Lusa”, que cita os estudos realizados pelo site americano “Politico” e a Universidade de Oxford, no Reino Unido. 

De acordo com os dados recolhidos, a contenção começou ainda antes de ter sido registada a primeira morte, a 16 de março. Por outro lado, as restrições aplicadas em Itália, Espanha e França foram das mais tardias. Uma semana antes, já o governo português tinha suspendido os eventos com mais de cinco mil pessoas e também os voos vindos de cidades italianas.

O executivo de António Costa decretou também o encerramento de todos os estabelecimentos de ensino públicos e privados a 12 de março, uma medida com efeito a partir do dia 16.

Neste artigo é referido o facto de que os primeiros casos de coronavírus em Portugal (importados de Espanha e Itália) foram registados a 2 de março, quando noutros países europeus já existiam dezenas ou centenas de infetados.

A reação de Portugal à pandemia foi, assim, das mais rápidas da UE, acompanhada por países como República Checa e Áustria. Pelo contrário, Espanha, Itália e França estão entre os países que demoraram mais a reagir.