Saúde

Covid-19 em Lisboa: IPO com 110 casos e hospital Egas Moniz com 33 infetados

Os dados foram revelados pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas. Maioria dos infetados são profissionais de saúde.
Há 33 casos no Egas Moniz.

Há dois surtos ativos de coronavírus em unidades de saúde em Lisboa. A revelação foi feita esta quarta-feira, 1 de julho, pela diretora-geral da Saúde. Em conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia no nosso País, Graça Freitas adiantou que já foram identificados 110 casos de Covid-19 no IPO de Lisboa e mais 33 no hospital de Egas Moniz.

“Em relação ao IPO, o total global de casos é de 110, sendo que no atual surto há 33 profissionais de saúde infetados e 43 em isolamento, o que faz um total de 76 profissionais que estão em casa”, avançou a diretora-geral de Saúde, revelando ainda que há 21 doentes infetados naquela unidade de saúde.

Apesar destes números, Graça Freitas assegura que os serviços já se “reorganizaram para fazer face à ausência destes profissionais” e que o IPO está em posição de “atender regularmente e com segurança todos os pacientes” que ali se deslocam. A responsável pela DGS recordou ainda que o IPO tem uma capacidade diária de realização de 163 testes, pelo que, garante, “o surto está controlado”.

Já no que diz respeito ao Egas Moniz, há um total de 33 casos ativos identificados. Destes, há 20 doentes do hospital que passaram para uma ala Covid e 13 profissionais de saúde infetados, dos quais 4 são médicos e 3 enfermeiros. Há um profissional de saúde internado, enquanto os restantes se encontram em casa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT