Saúde

China diz que o novo surto de Covid-19 no país veio da Europa

O estado chinês analisou o vírus que se tem propagado nos últimos dias. Já há 183 novos casos de infeção.
Pequim tem sido a cidade mais afetada.

O novo coronavírus voltou a instalar-se na China, mais concretamente na capital do país asiático, Pequim. Nos últimos dias foram confirmados 183 novos casos de infeção em todo o território — só esta sexta-feira, 19 de junho, foram registados 25. 

Os cientistas chineses já analisaram o genoma do vírus SARS-CoV-2 que está a causar um novo surto. Os especialistas acreditam que se trata de uma mutação com origem europeia, escreve o jornal espanhol “El Mundo”. Os dados foram apresentados à Organização Mundial da Saúde.

“De acordo com os resultados preliminares da análise ao genoma e estudo epidemiológico, [percebe-se que] o vírus vem da Europa, mas é diferente do vírus que se está a propagar atualmente na Europa”, disse Zhang Yong, do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças chinês.

E acrescenta: “É mais antigo do que o vírus que se está a propagar atualmente na Europa. Pode ter estado escondido em produtos alimentares congelados importados, ou à espreita num ambiente escuro e húmido como [o mercado de] Xinfadi, num ambiente que não foi desinfetado nem esterilizado.”

A informação foi publicada no site do Centro Nacional de Dados de Microbiologia chinês. São as conclusões de duas amostras humanas e uma ambiental, todas recolhidas a 11 de junho — no dia em que foram confirmados os primeiros novos casos na China.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT