Saúde

Basta uma picada para perder o apetite em 95 por cento

Foi desenvolvido por um médico espanhol e já está a funcionar. 

Daqui a dez semanas pode ter esta forma.

Motivação é o ingrediente principal para quem quer levar uma dieta até ao fim sem problemas pelo meio. Os ataques ao frigorífico e ao pacote das bolachas até podem não acontecer com frequência, mas basta uma vez para estragar todo o esforço. Por isso é que, quase tods as semanas, surgem novos tratamentos para combater a gordura ou a vontade de comer. Desta vez vem de Espanha. 

Chama-se Neuroestimulação do dermatoma T6 ou a picada anti-fome, como é chamado de forma menos formal, e é um método desenvolvido pelo médico espanhol Jaime Ruiz-Tovar que consiste numa sessão semanal de 30 minutos durante dez semanas e que promete uma diminuição drástica do apetite em 95 por cento.

Os pacientes que seguem dietas de baixo aporte calórico e experimentaram o método conseguiram uma perda média de 12 quilos, segundo a revista espanhola “Glamour“. Alguns doentes com excesso peso chegaram a perder 30. O método, que foi desenvolvido pelo médico durante a procura de uma solução para a obesidade mórbida, é aplicado através de uma agulha fina. No total, já foram tratadas mais de 200 pessoas.

Como é que tudo acontece? Basicamente, é feito um pequeno choque elétrico numa zona específica do estômago, a dermatoma T6. Essa descarga, supostamente, produz um reflexo no nervo responsável pela estimulação da parede gástrica e reduz a fome de duas formas, segundo o criador: esvazia mais lentamente o estômago, o que dá uma sensação de maior saciedade, e diminui a libertação da grelina — a hormona da fome responsável por enviar a sensação de fome para o cérebro.

Em entrevista à “Glamour”, o médico Mar Mira, responsável pela Clínica Mira + Cueto que já tem disponível o tratamento, revelou que de uma escala de um a cinco, a dor média referida pelos pacientes tratados foi de três.

Já Jaime Ruiz-Tovar, criador do método, faz o tratamento em Madrid na clínica Garcilaso.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo