NiTfm live

Saúde

Atenção: vício em videojogos já é considerado uma doença mental

Segundo a Organização Mundial de Saúde, trata-se de um dos principais problemas dos tempos modernos.
É perigoso para a saúde.

Parece improvável mas é verdade: o vício em videojogos é considerado uma doença mental dos tempos modernos. O distúrbio foi acrescentado à lista da Organização Mundial de Saúde (OMS) e revela ser mais perigoso do que aparenta.

A partir de agora, pense duas vezes antes de ficar em frente ao ecrã a jogar em vez de sair de casa para ir passear. A novidade apareceu no último relatório da organização publicado este sábado, 25 de maio, que indica novas patologias. No “International Classification of Diseases” explicam que a doença faz parte da secção de comportamentos potencialmente perigosos e envolve o uso arriscado da tecnologia, seja através da Internet, de computadores ou de smartphones.

“Vício em jogos” está listada na categoria de “desordens psiquiátricas devido a comportamento compulsivo”. Quem tem esta condição consome videojogos (tanto jogados online como offline) sem qualquer controlo, dando-lhes prioridade no seu dia a dia. Segundo a OMS, as pessoas em causa colocam o jogo acima de relações familiares, sociais ou de trabalho, provocando consequências negativas para a sua vida.