NiTfm live

Saúde

Atenção: foram feitas chamadas a convocar para falso rastreio de cancro da mama

Segundo a Administração Regional de Saúde do Algarve, eram pedidos dados pessoais e fotografias para realizar diagnósticos.
Cuidado, muito cuidado.

Se recebeu recentemente uma chamada de uma alegada médica a convocá-la para um rastreio de cancro da mama, faça uma denúncia. A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve alertou para o facto de se tratar de uma fraude.

A pessoa em questão contacta as utentes e intitula-se como médica e responsável pelo programa de rastreio daquele organismo regional, solicitando dados pessoais e procedimentos “que nada têm a ver” com o Programa de Rastreio do Cancro da Mama no Algarve.

O jornal “Sul Informação” revela que foi pedido a muitas mulheres o envio de fotografias das mamas como forma de “diagnosticar” a doença.

A ARS, que já participou esta situação às autoridades, garante que todas as mulheres entre os 50 e os 69 anos inscritas nos centros de saúde da região são contactadas por carta enviada por aquele núcleo, com a convocatória para a realização de uma mamografia digital gratuita numa unidade móvel de saúde, que é deslocada para os centros de saúde de cada concelho.

“Só em casos excecionais podem as utentes serem contactadas por telefone, mas apenas para reforço da marcação de rastreio, e nunca para solicitar informações pessoais às utentes de qualquer teor”, explica o Programa de Rastreio do Cancro da Mama no Algarve, realizado em parceria com a Associação Oncológica do Algarve e o Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA), desde 2005.

Acrescentam, também, que as ações de rastreio promovidas pela ARS Algarve junto da população são sempre divulgadas no seu site oficial, sendo que pode ser complementada através de cartazes, mas nunca por contacto pessoal (telefónico).

Em caso de dúvida em relação a rastreios ou sobre procedimentos do Núcleo de Rastreios da ARS Algarve, existe uma linha de atendimento (289 889 912) e um email (rastreio.oncologico@nullarsalgarve.min-saude.pt) que pode contactar.