Saúde

As fotos assustadoras do enfermeiro que perdeu 23 quilos por causa da Covid-19

Esteve no festival Winter Party, em Miami, e foi lá que ficou infetado. Esteve internado e sedado durante seis semanas.
Pesava 86 quilos e deixou o hospital com 63.

“Esta doença não é nenhuma brincadeira, pessoal. Se acham que são jovens demais para contrair, pensem novamente”. Estas foram apenas algumas das palavras que Mike Schultz, 43 anos, enfermeiro natural de São Francisco, nos Estados Unidos, escreveu numa publicação na sua página de Instagram, depois de seis semanas internado, sedado e ligado a um ventilador por ter contraído o novo coronavírus.

Schultz era, até então, uma pessoa saudável. Mas a Covid-19 mudou a sua vida – durante o período que esteve internado, o enfermeiro perdeu 23 quilos, passando de 86 para 63 quilos — e a realidade é definitivamente assustadora. “Quis mostrar a toda a gente o quão mau é ficar sedado durante seis semanas. Entre outras coisas, a Covid-19 reduziu a minha capacidade pulmonar”.

Mike Schultz contraiu o vírus no festival Winter Party, em Miami, que aconteceu de 4 a 10 de março. Mesmo sabendo do risco de contágio, decidiu ir até Florida e, mais tarde, soube que o evento tinha sido um dos primeiros focos de infeção detetados nos Estados Unidos. O enfermeiro acabou por testar positivo a 14 de março e, sem se saber bem porquê, foi um dos casos mais graves, em que os sintomas se desenvolveram rapidamente.

Estava em Boston quando se sentiu indisposto – tinha 39,4 graus de febre e, no hospital, detetaram-lhe também líquido nos pulmões. Devido à gravidade da situação clínica, Mike foi depois transferido para outro hospital onde esteve entubado e ligado a um ventilador durante quase dois meses.

 “Eu estava tão fraco. Essa foi uma das partes mais frustrantes. Não conseguia segurar o meu telefone, não conseguia escrever”, disse o enfermeiro ao “BuzzFeed“.

A alta chegou a 14 de maio, precisamente dois meses depois de saber que estava infetado. O enfermeiro continua em terapia para tentar recuperar a total função pulmonar e tem partilhado com os cerca de 37 mil seguidores no Instagram como tem vivivo a recuperação. 

“Eu queria mostrar que isto pode acontecer com qualquer pessoa. Não importa se é jovem ou velha, se tem condições pré-existentes ou não. Isso pode realmente afetar”, alertou.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT