Saúde

App portuguesa que revela se esteve próximo de alguém infetado está quase pronta

Neste momento, existem cerca de mil pessoas a testar a aplicação Stayaway Covid.
Deve estar disponível em breve.

O presidente dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), Luís Goes Pinheiro, esteve presente na habitual conferência de imprensa sobre a pandemia no nosso País e trouxe atualizações sobre a tão aguardada app Stayaway Covid.

Apelou à utilização da aplicação portuguesa assim que estiver disponível, de forma a que a população possa saber se esteve em contacto de proximidade com alguém diagnosticado com Covid-19. Isto aplica-se quando se trata de uma distância inferior a dois metros durante mais de 15 minutos com o paciente.

“É fundamental que descarreguem a aplicação, que a mantenham ligada e usem. No caso de vir a ser diagnosticada a doença, devem solicitar ao médico que forneça o código para inserir na aplicação”, disse, acrescentando que essa última parte é voluntária, mas que permite informar todos os contactos próximos da pessoa infetada.

“Todas as pessoas que terão estado em contacto com alguém infetado receberão uma mensagem na aplicação”, explicou o responsável. A mensagem chega nas 48 horas anteriores aos primeiros sintomas ou, caso seja assintomático, nas 48 horas anteriores à realização do teste.

O presidente dos SPMS garantiu que a app é resultado “de um trabalho muito intenso” e que “preserva ao máximo o segredo sobre a identidade e liberdade de movimentos dos cidadãos”. Além disso, destacou, a informação sobre os contactos apenas será guardada durante 14 dias.

A Stayaway Covid está em teste piloto para dispositivos Android, estando já a ser testada por cerca de mil pessoas. “Para estar disponível para a população em geral é necessário que fique disponível na loja de testes da Apple e é algo que esperamos que aconteça a qualquer momento”, revelou Luís Goes Pinheiro.

É assim.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT