Saúde

A América é o novo foco mundial da pandemia: tem mais infetados do que a Europa

No continente americano há 1,74 milhões de casos confirmados de Covid-19.
A Europa já não é o epicentro.

Na terça-feira, 12 de maio, o número de infetados pelo novo coronavírus no continente americano superou o europeu. Com 1,74 milhões de casos, a América é, agora, o novo foco mundial da pandemia.

Com 1,73 milhões de casos confirmado até à data a Europa mantinha-se, desde fevereiro, como o epicentro desta pandemia. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) citada pela Lusa, ainda que o número de casos confirmados no continente americano tenha ultrapassado os da Europa, as mortes por Covid-19 na América, pouco mais de 100 mil, são bastante inferiores às quase 160 mil registadas na Europa.

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, a taxa de mortalidade por 100 mil habitantes devido à Covid-19 é atualmente de 24,66 nos Estados Unidos; 13,80 no Canadá; 12,56 no Equador; 6,13 no Peru; 5,96 no Panamá; 5,56 no Brasil; 2,83 no México; 1,72 no Chile; 1,21 em Honduras; 1,07 na Bolívia, 0,96 na Colômbia e 0,71 na Argentina.

Perante estes dados, a Organização Pan-Americana da Saúde já se mostrou “muito preocupada” com a velocidade com que o vírus se está a propagar no continente americano, onde só na última semana foram contabilizados mais 266.269 casos. Os Estados Unidos continua a ser o país mais afetado do continente: só nas últimas 24 horas foram registadas quase 1.900 mortes, um novo aumento no número diário de óbitos após dois dias de declínio.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT