Saúde

Afinal, andámos a tomar mal comprimidos uma vida inteira

Calma, não é grave. Mas, muito provavelmente, não o está a fazer da forma correta.

É mesmo verdade.

Desfeito com um garfo, partido em metades ou envolvido em comida. Cada pessoa tem a sua fórmula secreta para conseguir tomar um comprimido sem que ele volte para trás. Depois, o método é quase sempre igual: beber água para que ele vá para baixo. Porém, é muito provavél que não o esteja a fazer da melhor forma.

Um estudo realizado pelos médicos da Universidade de Heidelberg, na Alemanha, e publicado na revista científica “The Annals of Family Medicine“, revelou aquilo que mais temíamos: andámos a tomar comprimidos mal uma vida inteira.

É que, afinal, colocar o comprimido ao fim da língua e beber a água para o engolir logo não é o melhor método. Segundo os investigadores, há outras duas formas que são as que deve seguir: pressionar o comprimido sobre a língua e colocar os lábios à volta do gargalo ou baixar a cabeça no momento de ingerir a água. A NiT explica.

Os dois métodos corretos

Para já, o estudo, que teve a participação de 143 doentes que tomaram 283 comprimidos, revelou que se deve usar pelo menos 20 mililitros de água para a toma do comprimido. Ou seja, o equivalente a uma colher de sopa.

“Quase 10% dos pacientes com dificuldades de deglutição explicaram que este é um motivo para não tomarem medicamentos. Ambas as técnicas que descrevemos foram eficazes em participantes com e sem este tipo de dificuldade e devem ser recomendadas frequentemente”, disse o médico Walter Haefeli.

Depois, dependendo do tipo de comprimido, os médicos aconselham o uso de um método ou de outro.

Segundo o estudo, no caso dos comprimidos convencionais, com uma densidade superior à da água, eles devem ser tomados na direção da faringe para que não toquem na boca. A NiT explica-lhe em dois passos.

1. Coloque o comprimido na língua e feche os lábios na zona do gargalo;

2. Beba a água, enquanto mantém sempre o contacto entre a garrafa e lábios, usando um movimento de sucção para engolir a água e o comprimido, para que o ar não entre na garrafa.

Os médicos aconselharam os participantes do estudo com dificuldade a engolir os comprimidos, através deste método, a fazê-lo de olhos fechados e a optarem por comprimidos grandes ou muito grandes. Resultado: uma melhoria de 60 por cento, comparativamente com tomar um gole de água de um copo e tentar engolir.

No caso das cápsulas, como a densidade é inferior à da água, a posição da cabeça é essencial para que o comprimido não fique a “nadar na boca”. Basicamente, tem de baixar a cabeça, tal como na infografia abaixo. São, novamente, dois passos.

1. Coloque a cápsula na língua e toma um gole de água mas não engole a cápsula;

2. Incline o queixo na direção do peito e engula a cápsula e a água com a cabeça naquela posição.

Esta técnica, de acordo com os médicos, demonstrou uma melhoria de 89 por cento em relação ao método antigo.