Saúde

A improvável dieta que faz bem ao coração e inclui macarrão, chocolate e café

Consumidos na quantidade correta, estes alimentos têm efeitos benéficos para o sistema cardiovascular, segundo os especialistas.
É mesmo real.

Café, macarrão integral, chocolate e especiarias. Esta podia muito bem ser uma lista de compras do supermercado de alguém que não está preocupado com a saúde mas, verdade, são os alimentos indicados para a dieta de quem pretende cuidar melhor do coração. Foi esta a conclusão de um congresso realizado em Roma, Itália, no final de 2019.

Durante o congresso “Platform of Laboratories for Advanced in Cardiac Experience”, o diretor da Unidade de Cardiologia do Hospital Geral Casilino, Leonardo Calò, disse ao canal “Ansa” que “os alimentos, se cuidadosamente escolhidos e cozidos da maneira correta, são os verdadeiros remédios do futuro, especialmente para o coração”.

Os quatro mil cardiologistas participantes no evento debateram sobre os alimentos que podem (e devem) estar na ementa diária para manter o bom funcionamento do coração. As quantidades ideais para cada um deles também foram definidas.

Quem apreciar um bom café, por exemplo, deve tomar até três chávenas por dia. Um outro estudo recente divulgado pela NiT, que foi realizado pela Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, revelou que, além de ser amiga do coração, o consumo de cafeína ajuda a reduzir o armazenamento de lípidos nas células de gordura e a limitar o ganho de peso.

Já os fãs de chocolate — sim, leu bem, chocolate — podem incluir na dieta de 30 a 40 gramas por dia do tipo negro, desde que tenha, no mínimo, 80 por cento de cacau. Estes dois alimentos têm excelentes efeitos antioxidantes para o sistema cardiovascular. 

Além disso, o chocolate negro é uma ótima ajuda no aumento do colesterol HDL (o chamado colesterol bom), já que regula a pressão arterial, diminui o risco de trombose e, ainda, tem um efeito antidepressivo.

A improvável dieta que faz bem ao coração e inclui macarrão, chocolate e café

Os cardiologistas também sugeriram pães e massas integrais, principalmente aqueles que são confecionados com trigo integral, cevada e espelta, como alimentos aliados da saúde do coração. Os temperos e especiarias, como a pimenta, o gengibre, o manjericão, os orégãos e o caril, também foram recomendados devido aos seus efeitos poderosos para a longevidade.

Leonardo Calò, cardiologista e presidente do congresso, destacou ainda que a dieta mediterrânea — baseada em alimentos frescos e naturais, como frutas, azeite, legumes, cereais, queijos e peixes — é uma das melhores opções para manter o coração saudável.

Os alimentos roxos e vermelhos, especialmente as frutas silvestres, uvas e até o vinho tinto são recomendados pelo médico, por causa das substâncias benéficas ao coração e ao combate do cancro. É que eles estão cheios de antioxidantes, licopeno e polifenóis — todos são essenciais ao organismo.

Para que a dieta traga ainda melhores resultados, a sugestão do especialista é consumir de forma moderada proteínas animais e sódio (até dois gramas por dia) e evitar produtos industrializados, como bolachas e pão branco, assim como açúcar refinado, que favorece o aparecimento de doenças cardíacas.

Carregue na galeria para conhecer sete dietas virais da Internet que são aliadas no processo de emagrecimento e consideradas seguras pela nutricionista Bárbara de Almeida, autora do blogue “Manias de Uma Dietista”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT