NiTfm live

Ginásios e outdoor

Portugal vai ter um pavilhão desportivo inclusivo (com sistema de braille)

As obras já começaram e devem prolongar-se até meados de 2021. O projeto vai custar 2,3 milhões de euros.
Vai ter cinco mil metros quadrados.

A Câmara Municipal de Leiria anunciou a 14 de fevereiro que já estão a decorrer as obras de construção daquele que vai ser o primeiro pavilhão desportivo inclusivo do País. Fica em Cortes, no concelho de Leiria, e representa um investimento de 2,3 milhões de euros da parte da autarquia.

O projeto, pensado de raiz para corresponder a todas as necessidades das várias modalidades praticadas por pessoas com mobilidade reduzida, tem a aprovação e acompanhamento do Comité Paralímpico e do Instituto Português do Desporto e Juventude, de forma a garantir que está em conformidade com a Lei da Acessibilidade.

Construído num terreno com cinco mil metros quadrados, este pavilhão estará apto para a prática de modalidades como basquetebol, futsal, andebol ou voleibol, garantindo que, além da sua fórmula normal, podem ser praticadas goalball, andebol e basquetebol em cadeiras adaptadas. De forma a incluir toda a gente, este pavilhão vai ainda ter um sistema de linhas ColorADD, que ajuda pessoas com problemas de daltonismo, bem como um sistema de braille.

Além dos espaços desportivos, o inovador espaço terá balneários, sala de primeiros-socorros, apoio médico, controlo antidopagem, arrecadações para material desportivo, salas para serviços administrativos, tribunas para espectadores, cafetaria, espaços comerciais e parque de estacionamento. Tudo isto estará igualmente criado a pensar nas limitações das pessoas com mobilidade reduzida.

Esta obra, que já começou, tem um prazo de conclusão de 540 dias, o que quer dizer que deverá estar pronta em meados de 2021.

pavilhão
Foi pensado para todos.