NiTfm live

Ginásios e outdoor

Pedro Teixeira: “Numa cena em tronco nu, gosto de me sentir bem com o meu corpo”

Joga futebol desde miúdo e vê o exercício físico como um método para manter a forma física e mental. O ator e apresentador revelou tudo à NiT.

Ficou conhecido do público em "Morangos com Açúcar".

Cresceu na Amora, uma cidade do concelho do Seixal, na Margem Sul, onde ficava a jogar à bola até anoitecer — ele queria ser jogador de futebol profissional. Mas a possibilidade de ser ator apareceu na sua vida e estreou-se na segunda série de “Morangos com Açúcar“, em 2004. A partir daí, a vida de Pedro Teixeira mudou para sempre. 

Tempo de Viver“, “Ilha dos Amores“, “Flor do Mar“, “O Beijo do Escorpião” e a “Impostora” foram apenas algumas das novelas da TVI por onde passou e cresceu como ator. Em 2014, surgiu a oportunidade de experimentar a área da apresentação. Começou em “Rising Star“, ao lado de Leonor Poeiras, e atualmente acompanha Cristina Ferreira no programa “Apanha se Puderes“.

Entre trabalhos e passeios com a filha Maria de oito anos, que é fruto da sua relação com Cláudia Vieira, com a qual fez par em “Morangos Com Açúcar”, o ator de 37 anos também dedica muito tempo à sua alimentação e aos treinos. Muitas vezes faz questão de mostrar isso através do seu perfil de Instagram, onde tem mais de 557 mil seguidores.

Em entrevista à NiT, Pedro Teixeira revelou que não é refém da imagem mas que gosta de se sentir bem com o seu corpo — principalmente quando tem de fazer cenas em tronco nu.

O ator e apresentador tem 37 anos.

É ator, apresentador, um dos homens com mais seguidores nas redes sociais em Portugal e está entre os considerados em melhor forma física. Algum dia imaginou ser esta pessoa?
Acho que nunca pensamos no sucesso que podemos vir a ter. Mas sempre que faço balanços da minha carreira, sinto-me feliz com os resultados. Aprendo todos os dias e isso deixa-me realizado e feliz. As redes sociais hoje em dia são um complemento do nosso trabalho, já o desporto é algo que sempre esteve em mim desde muito novo, corri e joguei muito à bola nas redondezas de casa em miúdo.

Em miúdo, o que sonhava ser quando fosse adulto?
Queria ser jogador de futebol. Reunia-me com os meus vizinhos e amigos na rua até a noite cair e era ali que me sentia bem. Depois comecei a jogar na Amora, onde vivia. Hoje em dia, gosto de fitness, paddle e de experimentar outras modalidades. A possibilidade de ser ator surgiu mais tarde, veio um bocado por acaso mas agarrei a oportunidade com tudo o que tinha. Quando nos sentimos realmente bem com aquilo que fazemos não podemos deixar que isso nos fuja das mãos e foi o que fiz. Continuo a aprender, estou sempre a trabalhar em novos desafios e isso faz com que consiga ir solidificando o meu trabalho.