Ginásios e outdoor

O novo parque de insufláveis do País é um género de Jogos sem Fronteiras

A XLand promete competição, diversão, desporto e muitas calorias gastas. O parque familiar abre a 2 de junho, em Sintra.

Vai fartar-se de queimar calorias.

Porque é que os parques de insufláveis são maioritariamente para miúdos, nunca pensou nisso? A XLand, o próximo espaço do género a abrir no País, quer contrariar essa ideia e, por isso, é dedicada a toda a família. O parque intitula-se como “o maior em Portugal” e abre já a 2 de junho no interior do Indoor Soccer, na Beloura, em Sintra.

No total, são 800 metros quadrados de pura diversão. Mas não só, já que os jogos que estão na arena da XLand procuram incentivar à competição.

“É o primeiro parque do País deste género, é um espaço familiar único de desporto, lazer e competitividade. Apela à atividade física e a um estilo de vida saudável. E não é necessário ser-se acrobata para se participar, até porque aqui nem é esse objetivo. O lazer e a boa disposição são o foco, seja com a família ou com amigos”, conta à NiT Rui Loureiro, 40 anos, responsável pelo novo espaço.

O agora empresário que trabalha há mais de 20 anos em publicidade e marketing fez uma viagem a Inglaterra onde descobriu o conceito que quis logo trazer para Portugal.

“Fui com a família e todos adorámos. Percebemos que o modelo familiar não havia tanto por cá, mas que era algo que funcionava. Ainda na semana passada tivemos uma sessão de teste com participantes convidados para ver esta tudo bem e o feedback foi excelente. Todos queriam voltar e só nos perguntavam quando abria oficialmente”, acrescenta.

Desde o momento em que fez a viagem até à abertura da XLand está um espaço de cerca de 12 meses. Para já, devido aos restantes compromissos de Rui, o parque de insufláveis só vai estar aberto ao sábado. Porém, ainda este ano, o objetivo será estar dedicado a este projeto a 100 por cento e, assim, a XLand funcionar durante mais dias da semana.

A planta da arena.

Que insufláveis existem na XLand?

Para já, há nove insufláveis gigantes que ocupam os tais 800 metros quadrados da arena de jogo. Segundo Rui Loureiro, na sessão de teste, não houve dúvidas das preferências. Os participantes gostaram mais da “corrida de obstáculos”, que é uma espécie de circuito militar; o “último a cair”, em que há uma espécie de braço insuflável a passar junto aos pés dos participantes que têm de saltar para não serem derrubados; e o “apanha as bolas”, em que estão presos a um elástico e têm de se esforçar para levar as bolas para o meio.

FICHA TÉCNICA

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT