Ginásios e outdoor

Nos ginásios chineses corre-se entre painéis de plástico

A instalação de separadores foi uma das medidas adotadas durante a reabertura dos espaços em Hong Kong.
Podemos nunca mais ver um ginásio assim.

Paralisados desde que há dois meses foi decretado o confinamento, os ginásios são um dos casos mais complicados de resolver no que toca à reabertura com medidas que garantam a segurança dos clientes. Na China, apesar de alguns passos em falso, as primeiras soluções começam a surgir: uma delas passa por colocar os visitantes a correr numa espécie de caixas.

Com dezenas de passadeiras alinhadas em distâncias demasiado curtas, a alternativa não passou por reduzir o número de aparelhos, mas sim criar separadores entre máquinas, para que o risco de contágio seja reduzido. O vídeo, partilhado no TikTok e revelado pelo “The Daily Mail”, mostra dezenas de clientes a exercitarem-se nas passadeiras devidamente isoladas.

As medidas contra a Covid-19 incluem o preenchimento de um documento no qual se declaram saudáveis, controlo de temperatura, bem como o uso constante de soluções desinfetantes, que deve ser aplicado em cada máquina, após o uso, pelo próprio cliente.

Em Portugal, a reabertura ainda não está confirmada, embora o setor pretenda fazê-lo a 1 de junho, embora ainda não se saibam em que circunstâncias é que tal poderia acontecer. Nesse sentido, espera-se nova reunião entre responsáveis para afinar as medidas de higiene e segurança, que poderão incluir inutilização de chuveiros e redução de máquinas disponíveis.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT