NiTfm live

Ginásios e outdoor

Estudo garante que as sapatilhas de desporto mais caras não são as melhores

A pesquisa analisou mais de 320 mil reviews de produto. Em estudo estiveram 336 sapatilhas de 20 marcas diferentes.
Sapatilhas de desporto.

Um produto mais caro não é necessariamente um produto melhor. Pelo menos quando o que está em causa são sapatilhas de desporto. De acordo com as conclusões de estudo publicado na “RunRepeat”, os utilizadores consideram que não há uma relação direta entre o preço das sapatilhas e o seu desempenho.

Ao todo, foram analisadas 323.776 reviews, relativas a 336 modelos diferentes de sapatilhas, de 20 marcas. A conclusão é clara: as marcas de sapatilhas de desporto mais baratas não são as piores.

Aliás, as mais baratas que foram analisadas eram, regra geral, mais bem cotadas em comparação às opções mais caras. Foram analisados vários parâmetros. A primeira conclusão é que, efetivamente, há uma relação entre a satisfação dos clientes e o preço. Sendo que quanto mais baratas são as sapatilhas, mais positivas são as críticas, como se pode ver na imagem.

Uma das conclusões.

De seguida, foi criada uma tabela com os modelos mais caros e os mais baratos. Nos preços mais elevados contam-se sapatilhas de marcas como a Nike ou a Reebok. Nas mais baratas encontram-se alguns modelos da Adidas e da Skechers, por exemplo.

Das sapatilhas analisadas, comprovou-se que as dez mais baratas tinham um preço significativamente mais baixo, mas que registavam 2,3 por cento de satisfação mais positiva.

O estudo levou ainda à determinação das melhores marcas de sapatilhas de desporto. Para isso, foram comparados os preços e as classificações. Os preços avaliados referem-se ao preço do mercado norte-americano.

Carregue na galeria para conhecer as três melhores marcas de sapatilhas de desporto, através de alguns exemplos à venda em Portugal, e com o preço praticado no nosso País.