NiTfm live

Ginásios e outdoor

FITTEJO: todos os pormenores do próximo ginásio gigante da Margem Sul

O espaço de dois mil metros quadrados fica na Moita e vai ter serviços de bronzeamento, depilação e maquilhagem.
O clube tem dois pisos.

A partir de 18 de maio, sábado, quando passar pelo número 44 da Rua da Classe Operária, na Moita, não vai conseguir deixar de olhar para aquele edifício. É lá, num espaço abandonado há cerca de oito anos e onde esteve em tempos uma oficina de carros, que vai abrir o próximo ginásio da Margem Sul. Dê as boas-vindas ao FITTEJO.

O clube tem mais de dois mil metros quadrados divididos por dois pisos. O rés do chão tem uma receção espaçosa com um bar com snacks (como barras energéticas), águas e sumos. A partir dali também é possível ver o espaço TEJO KIDS, que está preparado para receber miúdos entre os quatro e os nove anos enquanto os pais estão a treinar (sem qualquer custo adicional).

Este piso vai receber, ainda, a sala de musculação, que ocupa 700 metros quadrados, e os três estúdios para aulas de grupo, que variam entre 70 e 110 metros quadrados. Os balneários também ficam ali, assim como o espaço para a avaliação física e nutricional, para que toda a gente tenha acesso, incluindo pessoas com mobilidade reduzida.

No primeiro andar estão os gabinetes dos vários serviços, como acupuntura e estética. Há, ainda, uma varanda com mais de 100 metros quadrados exclusiva para os treinos de PT.

“Foi uma transformação enorme, já que havia verde nas paredes, o telhado estava a cair e havia uma família de pombos a viver lá dentro. Afinal, isto era uma oficina de carros, que lavava e fazia manutenções. Mas quando entrámos e olhámos para cada uma das salas, pareceram-nos logo perfeitas para o que tínhamos em mente. Por isso, a sala principal que recebia os carros passou a ser uma sala de musculação e os escritórios de vendas de peças foram aumentados e adaptados aos nossos balneários”, conta à NiT Jéssica Oliveira, 25 anos, que faz parte do grupo de três fundadores do ginásio.

O clube vai ter três estúdios.

Foi na Páscoa de 2018, quando Carlos Caeiro (outro dos fundadores), que vivia em Guimarães, veio visitar Ricardo Caeiro (o terceiro sócio e namorado de Jéssica) e a cunhada, que uma conversa banal se tornou num projeto de vida.

O casal, que vive na Moita, fazia vários quilómetros todos os dias até ao Montijo para ir treinar, uma vez achavam que não tinham nenhum espaço na vila com qualidade. Rapidamente se aperceberam de que não eram os únicos e que talvez pudessem fazer algo quanto a isso. Pelo menos, experiência não faltava.

Carlos, 32 anos, é formado em Educação Física, já foi professor de aulas de grupo e até passou por um ginásio como coordenador. O irmão Ricardo, 25 anos, tem um mestrado em treino desportivo, trabalhou durante quatro anos como treinador principal da Escola Academia do Sporting Clube de Portugal — Moita e esteve outros quatro anos como treinador adjunto na Academia do SCP em Alcochete. Portanto, ambos estavam ligados ao desporto. Já Jéssica, que começou o seu percurso em estágios em rádios nacionais, tem um mestrado em Ciências da Comunicação, pelo que podia tratar de toda a divulgação — atualmente, também dá aulas como monitora na Universidade Católica Portuguesa, onde está a terminar o doutoramento em Ciências da Comunicação, e produz conteúdos para uma rádio digital.

localização, contactos e horários