NiTfm live

Ginásios e outdoor

Esta viagem espiritual à Índia acontece durante o famoso festival das luzes

Vai decorrer entre 19 de outubro e 3 de novembro. As inscrições estão abertas.
Isto é lin-do.

O Diwali é o conhecido festival das luzes na Índia que se organiza todos os anos em honra à deusa Lakshmi, um símbolo da prosperidade. Os cinco dias do evento — que acontecem sempre entre outubro e novembro — são celebrados com roupas novas, velas, decorações de rua, luzes, limpezas da casa e um incrível espetáculo de fogo de artifício. Carla Shakti, farmacêutica, terapeuta de Ayurveda e instrutora de ioga, está a organizar uma viagem espiritual nessa altura.

É entre 19 de outubro (um sábado) e 3 de novembro (um domingo) que pode ficar a conhecer o país numa experiência totalmente diferente. O programa inclui aulas de ioga e sessões de meditação, que pretendem guiar os participantes numa auto-descoberta.

Rishikesh, o berço do ioga.

Contudo, a viagem também tem um lado cultural, em que estão incluídas visitas a mosteiros, templos e pontos com paisagens incríveis. Será uma oportunidade para conhecer Rishikesh (o berço do ioga), o túmulo de Ghandi, os nasceres do sol no rio Ganges e o Taj Mahal, por exemplo.

O custo total da viagem é de 1890€ (que pode ser pago em partes). Este preço inclui transfers entre o aeroporto e o hotel, transportes durante toda a viagem, motoristas e guias certificados pelo Ministério do Comércio e Turismo da Índia, alojamento em hotéis de três estrelas num quarto duplo e pequeno-almoço incluído (para ficar num quarto individual, terá de pagar uma taxa extra), transporte em comboio, sessões de ioga e meditação, um kit do Celeiro, uma massagem Ayurvédica na cabeça e presentes da Rituals.

No entanto, o preço não inclui voos (que deverão rondar os 575€), o visto para a Índia (70€), seguro de viagem, entradas nos monumentos, almoços e jantares, despesas pessoais e custos de saúde. 

A inscrição é feita através de um formulário, que será enviado mediante pedidos para o email carlashaktiyoga@nullgmail.com. O pagamento é feito por transferência bancária, sendo que deve depois enviar o comprovativo. O visto para a Índia, que tem uma validade de 30 dias, pode ser conseguido através do site do governo indiano.

Não se esqueça de ter o passaporte pronto, de preferência com uma data de validade mínima de seis meses na altura da partida. Durante setembro, a organização vai realizar uma sessão de grupo para esclarecer dúvidas e apresentar o grupo. Pode pedir o programa completopelo email ou pela página de Facebook de Carla Shakti.

Índia
O nascer do sol no Taj Mahal.