Ginásios e outdoor

Há cinco erros que fazem com que corra (e corra, e corra) e não perca peso

Mas resolvem-se muito facilmente. O master trainer do Holmes Place diz-lhe quais são.

Algumas pessoas correm para participar em competições e melhorar os tempos de prova, outros para libertar o stress e há aquelas pessoas que procuram na corrida a fórmula mágica para perder peso. É normal, afinal, a corrida é uma das melhores atividades cardiovasculares para quem quer emagrecer.

Para o último grupo, ter consciência da distância que percorremos diariamente, do tempo que fazemos e até da quantidade aproximada de calorias que queimamos durante a corrida, é a melhor forma de alcançar objetivos.

No fundo, tudo conta e com um bom planeamento não tem como falhar. Quando isso não acontece, é porque algo não está certo. Por exemplo, há aquela ideia de que quem corre deve usar e abusar de barras e bebidas energéticas, mas não é bem assim.

“Devemos consumir entre 15 a 30 gramas de hidratos de carbono e uma bebida energética comercial ronda os 40”, diz à NiT Paulo Ah Quin, master trainer da cadeia de ginásios Holmes Place.

Mais: está a comer alimentos ricos em proteína suficiente? Sim, também influencia. Ou seja, correr todos os dias e ter uma alimentação equilibrada não é suficiente, se não tomar atenção a erros básicos.

Carregue na imagem e descubra seis erros que pode estar a cometer e que fazem com que não emagreça, segundo o especialista.

Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo